Blog posts

Guia de Cuidados Respiratórios em Bebês e Crianças

Guia de Cuidados Respiratórios em Bebês e Crianças

Perrengue, Saúde

Quando recebi o convite para conhecer o livro “Ouvidos, Nariz e Garganta- Cuidados e Curiosidades”, do Dr. Jamal Azzam (especialista em otorrinolaringologia que atua há mais de 30 anos no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de São Paulo) eu aceitei na mesma hora. Além da Victoria ter problemas respiratórios eu imaginei que seria a possibilidade de trazer um conteúdo muito bacana para os (as) leitores (as) aqui do blog… Estava certíssima, pois as informações que foram passadas são muito importantes!

O livro tem uma linguagem bem acessível, com uma abordagem dinâmica e, após a leitura acabou virando uma referência segura para orientações de algumas dúvidas. São discutidos alguns assuntos polêmicos, como erro médico, segunda opinião de profissionais e o uso de ferramentas como o Google (quem nunca usou o “Dr. Google”?!) e WhatsApp.

Vejam os dados que o Dr. Jamal divulgou!

Você sabia que resfriados, gripes, dor de garganta, pneumonia, tosses, sinusite, rinite alérgica, crises de asma, laringite e rinite do lactente são os principais casos de acometimentos respiratórios? Sabem o que está em 1º lugar entre todas essas? Sim, as  rinites alérgicas, seguidas por gripes e resfriados! Agora atenção mamães de bebês: a rinite dos lactentes ocupa o 3º lugar (preocupante hein?!)

dr-jamal

No quadro abaixo daremos alguns sintomas da rinite alérgica, mas é super importante o diagnóstico médico.

dr-jamal1

Algo super simples de ser feito em casa e que ajuda muito (falo por experiência própria) é a lavagem das narinas das crianças com soro fisiológico… Além de simples é uma solução barata, que dá pra comprar na farmácia ou fazer a receitinha em casa (1 litro de água fervida para 1 colher de sopa de sal). Só injetar com uma seringa sem bico (importante para não provocar nenhuma lesão) ou usar um conta-gotas…

dr-jamal2

dr-jamal3

Para quem tem problemas respiratórios é de suma importância um ambiente limpo, livre de focos de pó, mofo, pelos de animais. Lembre-se: quanto mais itens como bichos de pelúcia, cortinas, tapetes no quarto da criança que tem problemas respiratórios, pior pode se tornar o quadro dela!

Desenvolva hábitos saudáveis (e estimule os mesmos nas crianças): o básico é ainda o mais importante! Lavar sempre as mãos e ter uma rotina de alimentação pode ajudar na saúde da família toda. Outro aspecto importante: deixe os ambientes de casa arejados… Casa que está sempre fechada e que não entra sol pode piorar a saúde de todos.

Algo super importante: nunca ensine a criança a colocar as mãos frente a boca para tossir ou espirrar. As mão acabam contaminadas e os “bichos” acabam se espalhando! Vai contra qualquer manual de etiqueta, mas faz sentido!

dr-jamal4

Espero que as informações ajudem a todos vocês!

dr-jamal5

Outro ponto importante: eu sempre ficava na dúvida se quando a Vicky está ruim pode tomar sorvete e/ou ir para a natação… O Dr. Jamal contou que se a criança está doente e toma gelado (ou é exposta a um choque térmico do quente da piscina com a temperatura externa) pode ter uma piora de seu quadro…

Obrigada Rojas Comunicação pelo convite e Dr. Jamal Azzam pelas informações!

About the author

Giuliana Pierri, psicóloga clínica e mãe da Victoria. É extrovertida e fala até com as paredes. Sempre gostou de moda e, como mãe de menina, expandiu o seu interesse também por moda infantil. A maternidade me desacelerou um pouquinho (só um pouquinho!) e me proporcionou um pouco mais de paciência para aproveitar a vida ao lado da minha família.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *