Blog posts

Acompanhamento durante o pré-natal garante a saúde da mãe e do bebê

Acompanhamento durante o pré-natal garante a saúde da mãe e do bebê

Dicas da Mama

O período da gravidez é uma fase muito importante para a mulher. Todos os hábitos mantidos durante os nove meses de gestação têm grande influência na saúde do bebê e, por esta razão, é imprescindível que a grávida receba acompanhamento médico nos meses que antecedem o nascimento da criança e que siga o pré-natal à risca.

O pré-natal atua como uma medida capaz de precaver e detectar problemas de saúde e adversidades que possam colocar a vida da mãe do bebê em perigo. De acordo com a obstetra da Clínica Dr. Pop, de Curitiba, Davielle Vinha dos Santos, “o pré-natal é o primeiro na lista dos cuidados durante a gravidez. Com este acompanhamento médico, a mulher pode esclarecer suas dúvidas e garantir uma gestação tranquila e um parto seguro”, explica. As consultas periódicas ao médico responsável proporcionam acompanhar o desenvolvimento da gestação, além de permitir a identificação e monitoramento de problemas como anemia, diabetes, hipertensão, entre outras providencias que asseguram uma gravidez saudável.

Com a orientação correta, a gestante pode sentir mais segurança sobre as mudanças que estão ocorrendo com seu corpo e com a saúde de seu bebê. Caso alguma adversidade seja identificada, poderá receber os cuidados necessários para que ela não se agrave.

É fundamental ter acompanhamento médico durante a gravidez

Quais os principais exames feitos durante a gravidez?

O ideal é que as consultas médicas se iniciem logo no primeiro trimestre do período gestacional. De acordo com Davielle, “no inicio da gestação, as visitas ao obstetra são menos frequentes, depois passam a ter intervalos menores, dependendo de cada caso. Geralmente ao fim da gravidez, a gestante precisa ser acompanhada pelo obstetra em um período curto que varia de três a sete dias”, afirma.

Durante as consultas do pré-natal alguns exames básicos são realizados, entre os principais deles estão o hemograma, glicemia, grupo sanguíneo e fator RH, anti-HIV, exame para detectar a sífilis, a rubéola e a presença do vírus da hepatite B, exame de urina e urocultura e as ultrassonografias.

About the author

Ana Claudia Cukier, jornalista, tímida, madrinha de duas meninas lindas e doces e mãe do Guilherme. Hoje me realizo nas funções de mãe e blogueira e tenho certeza que a maternidade me deu paciência, uma virtude que eu não tinha e que hoje não consigo me imaginar sem.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *